Bob ShuT
  • Músicas

  • Informações da Banda

    Bob ShuT

    Bob ShuT

    Composta por Douglas Trancoso (voz e baixo), Juliano Mengatto (voz e bateria) e Leonardo Vivan (guitarra), a Bob Shut tem sido notada por seu estilo com letras positivas, existencialismo e um som interiorano atípico para bandas de Rock. Inspirada por elementos do rock alternativo dos anos 90 e usando instrumentos como acordeon, trompete, cajon e kazoo, a banda apresenta em seu segundo disco “II” uma eclética forma de compor, ainda mantendo a sua marca “rural montanhesa”.
    Por volta de 2005, a banda iniciou seus trabalhos e engrenou como uma das primeiras bandas a tocar rock alternativo em Caxias do Sul-RS. Mesclando em seu repertório suas próprias composições com covers que influenciaram os músicos (Cake, Travis, Radiohead, Nada Surf, Pavement, Teenage Fanclub, Men at Work, Coldplay, Beatles), o trio pôde desenvolver, com simplicidade, um show descontraído e carismático.

    Em 2009, ao ser comtemplada com recursos municipais de financiamento (Fundo Pró-Cultura), o grupo obteve a oportunidade de reunir e gravar suas 11 melhores composições. O álbum foi recebido com resenhas positivas de jornalistas e críticos das principais mídias regionais. O público acompanhou as experiências musicais da banda através de suas performances em casas de shows e em festivais como Grito Rock, TOME (Tocantins), Senhor F (Porto Alegre), Descarrilhado, Demotape, e outros.

    Com a estrada, e mais de quatro anos de amadurecimento, o trio se sentiu apto a lançar mais um disco. Para isso conseguiu apoio novamente através dos recursos do Financiarte. Com produção dos próprios músicos e Carlos Balbinot (Noise Produtora), a sonoridade da banda ganhou em qualidade e obteve um clima de maturidade com descontração nas suas 12 faixas. O disco contém participações de grandes nomes da música do RS como: Beto Scopel no trompete (The Hard Working Band, Frank Jorge e TNT, Orquestra de Sopros de Caxias do Sul), Rafael De Boni no acordeon (Elton Saldanha, Valdir Verona), Maurício Pezzi no teclado (Stilo Libero, Janis Project ), Gustavo Viegas no baixo fretless (Passagem, All Jazzeira) e João Viegas na percussão (JJ Jackson, (EUA), Passagem, All Jazzeira). Além de conter quatro músicas em inglês, o segundo álbum ainda traz nuances sonoras que transitam com referências que vão desde slide guitars ao estilo do mestre George Harrison, até as distorções do rock alternativo dos anos 80 e 90.

    Bob ShuT é música feita para todos; Letras para manter a mente aberta e o coração simples; Uma busca pela inspiração para quem quer viver... Só Viver.
    Por volta de 2005, a banda iniciou seus trabalhos e engrenou como uma das primeiras bandas a tocar rock alternativo em Caxias do Sul-RS. Mesclando em seu repertório suas próprias composições com covers que influenciaram os músicos (Cake, Travis, Radiohead, Nada Surf, Pavement, Teenage Fanclub, Men at Work, Coldplay, Beatles), o trio pôde desenvolver, com simplicidade, um show descontraído e carismático.

    Em 2009, ao ser comtemplada com recursos municipais de financiamento (Fundo Pró-Cultura), o grupo obteve a oportunidade de reunir e gravar suas 11 melhores composições. O álbum foi recebido com resenhas positivas de jornalistas e críticos das principais mídias regionais. O público acompanhou as experiências musicais da banda através de suas performances em casas de shows e em festivais como Grito Rock, TOME (Tocantins), Senhor F (Porto Alegre), Descarrilhado, Demotape, e outros.

    Com a estrada, e mais de quatro anos de amadurecimento, o trio se sentiu apto a lançar mais um disco. Para isso conseguiu apoio novamente através dos recursos do Financiarte. Com produção dos próprios músicos e Carlos Balbinot (Noise Produtora), a sonoridade da banda ganhou em qualidade e obteve um clima de maturidade com descontração nas suas 12 faixas. O disco contém participações de grandes nomes da música do RS como: Beto Scopel no trompete (The Hard Working Band, Frank Jorge e TNT, Orquestra de Sopros de Caxias do Sul), Rafael De Boni no acordeon (Elton Saldanha, Valdir Verona), Maurício Pezzi no teclado (Stilo Libero, Janis Project ), Gustavo Viegas no baixo fretless (Passagem, All Jazzeira) e João Viegas na percussão (JJ Jackson, (EUA), Passagem, All Jazzeira).

    Além de conter quatro músicas em inglês, o segundo álbum ainda traz nuances sonoras que transitam com referências que vão desde slide guitars ao estilo do mestre George Harrison, até as distorções do rock alternativo dos anos 80 e 90.

    Bob ShuT é música feita para todos; Letras para manter a mente aberta e o coração simples; Uma busca pela inspiração para quem quer viver... Só Viver.

    Integrantes:
    Douglas Trancoso - Voz e baixo
    Leonardo Vivan - Guitarra
    Juliano Mengatto - Bateria

    Downloads: Mapa do Palco

    Telefone: +55 54 9962.4123
    E-mail: [email protected]

    Origem: Caxias do Sul - rs (Brasil)

    Residência: Caxias do Sul - rs (Brasil)

    Estilo
    Rock, Indie, Alternativo,folk

    Redes Sociais

  • Fotos

    946686_370501073055178_604967841_n-518bdc04e3eb6.jpg 946244_370502173055068_92702962_n-518bdc38703d0.jpg 943508_370499983055287_1987436421_n-518bdc411c0d1.jpg 422048_370501659721786_624047166_n-518bdc5798b9c.jpg
  • Vídeo