Ladston do Nascimento
  • Ladston do Nascimento

    Ladston do Nascimento

    Natural de Belo Horizonte, Ladston do Nascimento gravou seu primeiro disco em 1991, o LP Vida, com parcerias e produção de Antonio Martins e arranjos de Zezinho Moura.

    O segundo LP, Anjim Barroco, de 1998, com arranjos de Juarez Moreira e Ladston do Nascimento. Deste trabalho, sobressaíram as faixas Manhã, que foi trilha sonora da novela “Serras Azuis”, da Rede Bandeirantes e Baiãozim, que teve um videoclipe dirigido por Éder Santos, veiculado na MTV e que concorreu na categoria “Melhor Clipe do Ano” de 1998/1999.

    Em 2000, Anjim Barroco também foi lançado nos Estados Unidos, pela Malandro Records, do produtor americano Rick Warm, com o nome Voice of the Heart (A Voz do Coração), sendo indicado pela revista americana especializada em música Jazztimes, como um dos melhores discos lançados nos Estados Unidos em 2000, sendo distribuído também no Japão e países da Europa.

    Entre os anos de 2003 e 2004, lançou Simbora, João!, que contou com a participação especial do cantor e compositor Edu Lobo, além dos músicos Robertinho Silva e Cristóvão Bastos, dentre outros. Numa diversidade de ritmos, este cd autoral do cantor e compositor Ladston do Nascimento teve parcerias nas letras de Antonio Martins e o mais novo parceiro Fernando Brant. Também é de Antonio Martins a produção e os arranjos e a direção musical foram de Juarez Moreira, Rogério Leonel e Ladston do Nascimento. O arranjo coral e rítmicos de base foram de Zezinho Moura e Esdra Neném Ferreira, respectivamente.

    Entre os diversos trabalhos na área musical, destaca sua participação como parceiro e intérprete das trilhas sonoras compostas por Marcus Viana para novelas e minisséries. Como parceiro, as trilhas sonoras das novelas “Pantanal” e “Xica da Silva”, ambas da extinta TV Manchete e intérprete das trilhas sonoras das minisséries “A Casa das Sete Mulheres” e “Aquarela do Brasil”, interpretando o “Hino Nacional” e o “Hino dos Expedicionários”, exibidas pela Rede Globo de televisão.

    Em sua trajetória artística, vem colecionando prêmios como cantor, compositor, músico instrumental e criador de trilhas sonoras para o teatro, musicando mais de 70 peças, entre elas as premiadas peças “A Prostituta Respeitosa”, “A Comédia dos Sexos”, “Bicho de Lata”, “A Bela e a Fera”, “Gasparzinho”. Em julho de 2009, recebeu o Prêmio SIMPARC de melhor trilha infantil com a peça “Mogli, o Menino Lobo”.

    Ladston do Nascimento lança agora em novembro seu mais novo cd “Lugarzim”. Em 20 anos de carreira, ele vem reafirmar que é um autêntico discípulo de um estilo musical que ajudou a transformar o Brasil. Com Antonio Martins mostra neste trabalho, a extraordinária capacidade de renovação da música mineira. Produzido impecavelmente por Jota Souza, torna-se ideal para quem quer ouvir e sentir, no mesmo ambiente, versos ricos de Antonio Martins, Fernando Brant, Tadeu Franco, do próprio Ladston e muitos outros.

    Com o repertório destes discos, o cantor tem apresentado-se com muito sucesso em várias cidades brasileiras. Seu show, além de canções dos trabalhos lançados, tem releituras e composições próprias. É acompanhado no palco pelos músicos Carlos Augusto Menezes na bateria e Juliana Serra nos teclados.

    Discografia de Ladston do Nascimento:
    LP “Vida" (1991) / "Anjim Barroco/A Voz do Coração" (1998) / "Voice of the Heart" (2000)/ "A Voz do Coração (reedição)" (2003)/ "Simbora, João!" (2003/2004) / “Lugarzim” (2011).

    Produção e Shows:
    Paulo Henrique – (31) 7815-7559 / (31)3785-6165
    [email protected]
    [email protected]

    Informações:
    www.myspace.com/ladstondonascimento

    Integrantes:
    Carlos Augusto - Baterista
    Juliana Serra - Tecladista

    Downloads: Mapa do Palco Rider

    Telefone: (31) 7815-7559/3785-6165
    E-mail: [email protected]

    Origem: Belo Horizonte - mg (Brasil)

    Residência: Belo Horizonte - mg (Brasil)

    Estilo
    Autoral, Regional, MPB

    Redes Sociais

  • RELEASE CD LUGARZIM - 2011

    Após estrear nos palcos cariocas, o cantor e compositor belo-horizontino Ladston do Nascimento lançou em novembro no Teatro Dom Silvério/BH seu mais novo cd: Lugarzim.

    Reconhecido no exterior já teve trabalhos lançados nos Estados Unidos, Japão e Europa. Em 2001, a revista americana especializada em música Jazztimes, escolheu o CD a Voz do Coração como um dos melhores discos lançados nos Estados Unidos no ano 2000, relançando-o com o nome de Voice of the Heart, pela Malandro Records, do produtor americano Rick Warm.

    Em 20 anos de carreira e colecionando prêmios como cantor, compositor, músico instrumental e criador de trilhas sonoras para o teatro, musicando mais de 70 peças, entre elas as premiadas: A Prostituta Respeitosa, A Comédia dos Sexos, Bicho de Lata, A Bela e a Fera, Gasparzinho.

    Dentre os diversos trabalhos na área musical destacam-se as parcerias nas trilhas sonoras compostas por Marcus Viana para novelas e minisséries; as trilhas sonoras das novelas Pantanal e Xica da Silva, ambas da extinta TV Manchete; as trilhas sonoras das minisséries A Casa das Sete Mulheres e Aquarela do Brasil, interpretando o Hino Nacional e o Hino dos Expedicionários, exibidas pela Rede Globo de televisão. Como cantor, sobressaem as faixas, Manhã, que foi trilha sonora da novela Serras Azuis, da Rede Bandeirantes e Baiãozim, que teve um videoclipe dirigido por Éder Santos, veiculado na MTV e que concorreu na categoria Melhor Clipe do Ano de 1998/1999.

    Numa diversidade de ritmos e com produção de Jota Souza, as 10 faixas do cd trazem versos de Antonio Martins (O Circo do Miudinho, Batida de Rum, Da Cor de Amora, A Flor dos Três Rios, O Povo do Lugarzim), Fernando Brant (Batida de Rum, Festa da Colheita, O Povo do Lugarzim), Tadeu Franco (Brasileira, Aldeia do Moinho) e do próprio Ladston (Curumim, Curumim). Destaque para a faixa O Circo do Miudinho que em outubro alcançou o primeiro lugar de audiência na playlist da rádio Canta Brasil da Califórnia (KKUP. 91.5FM).

    Lugarzim tem em suas canções muita poesia e música que vem de Minas, reafirmando que ele é um autêntico discípulo de um estilo musical que ajudou a transformar o Brasil o Clube da Esquina. Músicos que o acompanharam no show de lançamento do cd Lugarzim: Juliana Serra (teclado), Carlos Augusto Menezes (bateria), Jairo de Lara (sopros) e Junior Fiuza (baixo).

    Discografia de Ladston do Nascimento:
    LP "Vida" (1991) / "Anjim Barroco/A Voz do Coração" (1998) / "Voice of the Heart" (2000)/ "A Voz do Coração (reedição)" (2003)/ "Simbora, João!" (2003/2004) / Lugarzim (2011).

    Produção e Shows:
    Paulo Henrique: [email protected] / (31) 7815-7559

    Informações:
    www.myspace.com/ladstondonascimento
    http://ladston-do-nascimento.conexaovivo.com.br/
    http://cantabrasil.net/simplescripts/bp_content/Playlists/CB10-2-11.pdf





  • PREMIAÇÕES

    Do CD A Voz do Coração, sobressaíram: Manhã, da trilha sonora da novela “Serras Azuis”, da Rede Bandeirantes; e Baiãozim, que teve um videoclipe dirigido por Éder Santos, veiculado na MTV, concorrendo na categoria “Melhor Clipe do Ano”, em 1998/1999.

    Jazztimes, revista americana especializada em música, escolheu Voice of the Heart que foi lançado pela Malandro Records, do produtor americano Rick Warm como um dos melhores discos lançados nos Estados Unidos em 2000.

    Ladston do Nascimento também participou como intérprete das trilhas sonoras compostas por Marcus Viana para as minisséries “A Casa das Sete Mulheres” e “Aquarela do Brasil”, interpretando o Hino Nacional e o Hino dos Expedicionários, todas exibidas pela Rede Globo de Televisão.

    É um dos mais premiados criadores de trilhas sonoras para o teatro de Minas, musicando mais de 70 peças, entre elas: “A Prostituta Respeitosa”, “A Comédia dos Sexos”, “Bicho de Lata”, “A Bela e a Fera” e “Gasparzinho”.

    Foi classificado para o 6ª e 9º Prêmio VISA MPB Compositores, em São Paulo, onde apresentou-se na 1a. Eliminatória no dia 29 de abril de 2003 com as músicas “A Bailarina e o Último Samurai”, “Nego Duro”, “Simbora, João!” em parceria com Antônio Martins e “Dois Violeiros” de sua autoria, no Espaço PROMON.

    Um dos vencedores do III Prêmio BDMG Instrumental com as músicas “Paris Noturna”, “Veredas” e “Caminhos de Santiago”, de sua autoria, apresentado durante os dias 16, 17 e 18 de maio de 2003 no Teatro Izabela Hendrix, em Belo Horizonte.

    Desde 2003, vem participando como cantor da Missa dos Quilombos, criada por Milton Nascimento, Dom Pedro Casaldáliga e Pedro Tierra, encenada pelo grupo Ensaio Aberto com direção de Luiz Fernando Lobo, apresentando-se em várias cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Ipatinga, Belo Horizonte, Porto Alegre etc., com direção musical do arranjador Túlio Mourão.
  • Músicos que o acompanham

    JAIRO DE LARA:
    Saxofonista, flautista, vocalista, compositor e arranjador. Com mais de 40 anos de carreira, Jairo De Lara fez história com o Grupo ADCANTO, quarteto vocal, que nos anos 80 lançou um disco marcante pela gravadora RCA, hoje BMG. Teve como professor de harmonia funcional o húngaro Ian Guest e de arranjo e orquestração o falecido maestro alemão H.J.Koellreutter. Trabalhou tanto em shows como em gravações com vários nomes importantes da música brasileira como: Zizy Possi, Nara Leão, Moreira da Silva, Geraldo Azevedo, Zeketi, Oswaldo Montenegro, Raul Seixas, Dalto, Nivaldo Ornelas, Tavinho Moura, Paulinho Pedra Azul, Celso Adolfo, entre outros. Como solista tem participado de vários projetos voltados para a música instrumental produzida no Brasil como: “Liberdade Instrumental Itaú”, “Mai – Instrumental”, “Instrumental BDMG Cultural”, “Trilhas da Cultura“, “Sexta Básica de Cultura”, “Projeto Rioarte”, “TIM Concert”, ”Tempo de Música”, “Tudo é Jazz”, “Circular Brasil”, etc. No momento, Jairo De Lara está trabalhando o recém lançado CD chamado “Rei Congo” e se divide ainda nas participações em vários projetos como o espetáculo “Missa dos Quilombos” montado pela Cia. Ensaio Aberto, do Rio de Janeiro, cuida da distribuição de um outro CD chamado “Canções Brasileiras de Ninar”, também de música instrumental distribuído pelas Paulinas em todo o Brasil e atua como produtor, arranjador e diretor musical do Estúdio Fábrica de Música, onde tem produzido e arranjado vários discos contemplados com o patrocínio das Leis de Incentivo à Cultura.

    FELIPE FANTONI
    Começou a tocar o Contra-Baixo Elétrico aos treze anos de idade. O amor pelo instrumento começou na família. Sobrinho de dois baixistas: Paulinho Horta e Yuri Popoff e do guitarrista Toninho Horta, cresceu ouvindo músicas de todos os gêneros. Integrou a equipe de pesquisa discográfica para projeto "Livrão da Música Brasileira", de autoria de Toninho Horta. Participou de vários Festivais estudantis, recebendo vários prêmios como melhor músico em sua categoria. Tocou nas bandas Rei Plebeu, Gola Rolê, Lobo Guará, Feeling, O Tropa, Zorg, Trio Instrumental de Jazz "Pilão" e Coffe'n and Jazz" e "Outros Caras Legais". Baixarel em Cinema e vídeo em 2008, atualmente tem seu Estúdio de gravação e mixagem voltado pra suas produções musicais, trilhas e mixagens para cinema, vídeo e publicidade. Leciona aulas de contra-baixo na escola de música núcleo villa lobos, realiza trabalhos com vários artistas da cidade como Pedro Morais, Júlia Ribas, Patrícia Ahmaral, Raquel Coutinho, Ian Guedes/Bianca, Selmma Carvalho, Toninho Horta Group, Trio Instrumental com Rogério Delayon e Pedrinho, Kiko Klaus, Jimmy's Band (com Jimmy Duchowny- Bateria, Nick Payton - Sax, Vander Lee, Regina Souza, Tattá Spalla, Renegado, Lilian Nunes, Karina Libânio, entre outros...

    CARLOS MENEZES
    Compositor e baterista, iniciou na música em 1982, acompanhando cantoras como violonista. Optou mais tarde pela bateria mais tarde pela bateria como seu primeiro instrumento e trabalha como percussionista e baterista na escola de dança do Palácio das Artes e da escola de dança do Grupo Corpo. De formação musical eclética, estudou e conviveu com bateristas consagrados na música brasileira e tocou em orquestras, conjuntos de baile e bandas de vários estilos musicais, além de integrar as orquestras “Carlos Gomes” e “ Anos Dourados”. Desenvolve ainda um trabalho de composições próprias, algumas delas apresentadas pelo grupo Linha Verde.

    JULIANA SERRA
    Iniciou os estudos de músicas aos 09 anos de idade.
    Em Belo Horizonte, cursou até o quinto ano na Fundação de Educação Artística até 1983, estudando piano, contraponto, percepção musical, harmonia tradicional e funcional. Profissionalmente, atua como tecladista desde 1984, acompanhando artistas de BH, tais como Ladston do Nascimento, Nóz e Voz, Chiquinho Amara, Cristiano Salazar, Carla Villar, Edson Aquino, entre outros. Em 1986 participou de um grupo integrado por Chiquinho Amaral, Ronaldo Venturini e Julio Venturini, “A Trupe”. Durante o ano de 1990 trabalhou com Paulinho Pedra Azul viajando pelo interior e outros estados. Entre novembro de 1990 e junho de 1993 residiu no norte do país e, nesta época, trabalhou na produção de trilha sonoras para o setor publicitário em Belém-PA. No Rio de Janeiro, entre 1991 e 1992, trabalhou como tecladista, com Marcio Lomiranda, Sandra de Sá, Alceu Valença e Lúcia Turnbull. Retornou a BH em meados de 1993, onde atua desde então, como tecladista, tendo acompanhado Affonsinho, Paula Santoro, Carla Villar, Ladston do Nascimento entre outros. Lecionou teclado por um ano e meio na “Pró-músic-Escola de Música”.
    Desde 1996 possui uma produtora de áudio, a Audioartte onde trabalha principalmente com a criação/produção de trilhas sonoras para publicidade, rádio, TV. Produz Audio Boocks – sonorização de livros infantis, jingles, trilhas para comerciais e institucionais, CD Rom, montagem e composição de trilha sonora para teatro e dança.
    Atua também como arranjadora para trabalhos autorais. Possui experiência na direção de estúdio para produção de áudio para os diversos segmentos seja em gravação de locuções, montagem de programa para rádio e TV, Bem como área musical.
  • CAPAS CD\'S

    capa_simbora_joao-4e2ddcd4caa87.jpg capa_voz_coracao-4e2ddcf1ce0ec.jpg lugarzim-4ed97232a6b91.jpg anjim_barroco-4ed973ad6476a.jpg
  • SHOW\'S REALIZADOS

    lancamento_cd_lugarzim_ladston_nascimento-4eb435691be2c.jpg arte-no-baile-filipeta2-4ed96b11c7bcc.jpg arte-no-baile-shows-4ed96b2a40600.jpg flyer-ladston-do-nascimento-julho-4ed96b59dc8fc.jpg ladston-casa-do-baile-4ed96b76609c9.jpg newsletter_outubro-4ed96bac89bf8.jpg foto-0003-4f282f4d74fe1.jpg foto-0004-4f282fef2115f.jpg foto-0005-4f2830326bfbe.jpg
  • TRILHAS PARA VÍDEOS, NOVELAS, MINISSÉRIES E PEÇAS TEATRAISS

    VÍDEO:
    Parque Florestal do Rio Doce, 12 min. - Agência Talentos, 1992

    Festival Curta Metragem da PUCMinas, 8 min. - A Doida, de Carlos Drummond de Andrade, 1994

    TV Futura - Programas ?Viva Legal? e ?Tirando de Letra? - Trilhas de Abertura, Direção Musical, 1997

    TV Futura - ?Agora é com a Gente? - Abertura, Direção Musical, 2001

    NOVELAS
    ?Serras Azuis?, ?Xica da Silva?, ?Pantanal?

    MINISSÉRIES
    ?Aquarela do Brasil? interpretando o Hino Nacional e Hino dos Expedicionários e ?A Casa das Sete Mulheres?

    TEATRO
    Tistu, o Menino do Dedo Verde - (Indicação para melhor trilha)

    Morte e Vida Severina

    Os Saltimbancos

    Peter Pan - (Indicação para melhor trilha)

    Branca de Neve - (Indicação para melhor trilha)

    A Prostituta Respeitosa - Prêmio de Melhor Trilha - SESC/SATED

    A Comédia dos Sexos - Prêmio Cauê de Melhor Trilha

    Marcelino Pão e Vinho

    Romanceiro da Inconfidência

    Amor de Vampira - (Indicação para melhor trilha)

    A Bela e a Fera - Prêmio de Melhor Trilha - SESC/SATED

    Malandro - O Musical

    Gasparzinho - Prêmio de Melhor Trilha - SESC/SATED

    Mistério da Princesa Feiurinha - Indicação Prêmio AMPARC
  • APRESENTAÇÕES EM TV

    Sem Censura - TV Cultura - Rio de Janeiro

    Festival Rímula Shell - SBT - São Paulo

    Leila Entrevista - TV Minas

    Agenda - TV Minas

    O Estado da Música - TV Minas

    Arte no Ar - TV Horizonte
  • APRESENTAÇÃO MUSICAL

    A apresentação musical do cantor e compositor Ladston do Nascimento são músicas dos cd's A voz do coração, Simbora, João! e Lugarzim.

    Formatos: Trio (Violões, Teclados e Bateria) ou Banda (Teclados, Bateria, Sopros, Guitarra e Violões)

    Duração: Show (duas horas); Pocket show (uma hora)

    Cenário: Não possui

    Produção e Shows:
    Paulo Henrique: [email protected] / (31) 7815-7559

    Informações:
    www.myspace.com/ladstondonascimento
    http://ladston-do-nascimento.conexaovivo.com.br/
    http://cantabrasil.net/simplescripts/bp_content/Playlists/CB10-2-11.pdf
  • Músicas

  • Fotos

    foto_02-4e2dd44cb8ad4.JPG ladston_0683_tratada-4f2839c664ad0.JPG ladston_0695_tratada-4f283ca8cf4cb.JPG ladston_0718_tratada-4f283e5beeba1.JPG
  • VÍDEOS

  • PARTICIPAÇÕES EM CD'S

    Participação especial em outros CDs:

    Travessia, O Canto dos Mineiros - Fundação Clóvis Salgado

    Minas São Várias - Coletânea dos Mineiros - Andrade Gutierrez

    Marcus Viana e Sagrado Coração da Terra

    Fantasia de Natal - Marcus Viana

    Chico Rei - Geraldo Viana e Fernando Brant

    Tino Gomes

    Titane

    Renato Motha
  • PARTICIPAÇÕES EM FESTIVAIS

    6º Prêmio VISA MPB Compositores - abril 2003 - São Paulo - SP - classificado

    III Prêmio BDMG Instrumental - maio 2003 - Belo Horizonte - Teatro Izabela Hendrix - premiado
  • PRINCIPAIS SHOWS/BH

    1979 - Travessia, O Canto dos Mineiros - Grande Teatro do Palácio das Artes

    1980 - Projeto Canto Aberto - Universidade Católica

    1982 - Projeto Fim de Tarde - Fundação Clóvis Salgado

    1984 - Ladston do Nascimento e Músicos - Grande Teatro do Palácio das Artes

    1985 - Primavera - Grande Teatro do Palácio das Artes

    1988 - Tainá Primeiros Raios de Sol - Grande Teatro do Palácio das Artes

    1991 - Série “O Compositor e a Cantora” - BDMG Cultural

    1993 - Show/Projeto - O Verão é Aqui - Secretaria Municipal de Cultura de Belo Horizonte 1994 - Música Bem Regional - Projeto MBR - Praça da Liberdade 1995 - Projeto de Música - BH Shopping

    1996 - Trio de Cordas - UFMG - Conservatório Mineiro de Música

    1997 - Projeto Instrumental - Teatro Francisco Nunes - Secretaria Municipal de Cultura

    1997 - Instrumental Liberdade Itaú - Wind’n Keys Trio

    1997 - Turnê de 11 shows com Marcus Viana, Sagrado Coração da Terra e Orquestra Sesiminas

    1999 - Show “Nego Duro” - Teatro da Maçonaria

    2000 - Show “Ladston do Nascimento” - Teatro Izabela Hendrix

    2000 - Músicos Mineiros in Concert - Teatro Sesiminas

    2000 - Espetáculo “No Canto do Mundo sob as Águas de Março” com Antônio Martins - Centro Cultural Belo Horizonte

    2001 - Espetáculo “No Canto do Mundo sob as Águas de Março” com Antônio Martins - Teatro Sesiminas

    2003 - Show noite de autógrafos CD A Voz do Coração - Espaço Cultural La Taberna

    2003 - Show A Voz do Coração - Teatro da Reitoria da UFMG

    2001 - Shwou Projeto Arte no Baile - Casa do Baile - Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

    2011 - Show lançamento Cd Lugarzim - Teatro Dom Silvério
  • SHOWS NO INTERIOR

    1990 - Terreirar - Rádio Clube de Patos de Minas

    1991 - Show de aniversário da cidade de Nova Lima

    1991 - Teatro Municipal de Sabará

    1992 - Feira de Gado de Teófilo Otoni - ao lado de Zizi Possi

    1994 - Espaço Cultural Aluarte - Tiradentes

    1994 - Casa de Espetáculos Beijo na Boca - Barbacena

    1995 - Espaço Cultural Premier - Teófilo Otoni

    1996 - Espaço Cultural de Itaúna

    1997 - Festival de Inverno de Ouro Preto - Cine Vila Rica

    2000 - Show “Anjim Barroco” - Diamantina

    2001 - Festival de Verão de Pedro Leopoldo - Igreja São Judas Tadeu - Distrito de Dr. Lund

    2001 - Show “Ladston do Nascimento” - Espaço Cultural Oásis - Diamantina
  • SHOWS RIO, SÃO PAULO E EXTERIOR

    1985 - Espaço Cultural GUIG - Rio de Janeiro

    1990 - Festival Mundial de Folclore - Balet Movimento - França, Bélgica e Espanha

    2000 - Centro Cultural São Paulo - São Paulo

    2000 - SESC Vila Mariana - São Paulo

    2003 - SESC Consolação - São Paulo

    2003 - Participação na Missa dos Quilombos de Milton Nascimento, Pedro Casaldáliga, Pedro Tierra - Cais do Porto - Armazém 5, Rio de Janeiro e Ópera do Arame, Curitiba - grupo Ensaio Aberto