IRONBOUND
  • Informações da Banda

    IRONBOUND

    IRONBOUND

    Explorar os elementos tradicionais do Thrash Metal e do Crossover oitentista é o caráter que norteia a proposta da Ironbound (em Português, “atado ao ferro” ou “acorrentado”), quinteto formado em Janeiro de 2011 no município baiano de Alagoinhas. Os primeiros arranjos nasceram de jam sessions e do resgate de temas individuais, e sentenciaram que o trabalho autoral seria priorizado, tendo como foco a combinação de riffs e refrões tradicionais e sem frescuras, mas sobretudo convidativos ao “headbanging”.

    O planejamento condensado e a convergência de ideias contribuíram para que, com apenas dois meses de reuniões em estúdio, fosse dado início ao processo de gravação do debut. Armados com uma compilação que reunia temas caracterizados pela alternância de velocidade e cadência, cativantes pela simplicidade e pela facilidade de assimilação, finalizam e disponibilizam na web o EP Máquina da Morte em Maio. A produção, embora compacta, não influenciou negativamente na divulgação das quatro faixas que compunham o material. Cantadas em bom e claro Português, circularam pelas redes sociais e obtiveram boa aceitação por parte dos internautas frequentadores de grupos e comunidades voltados ao Metal e ao Hardcore. As temáticas abordadas nas letras – e baseadas nos filmes War MadeEasy (Loretta Alper& Jeremy Earp) e A Guerra Contra a Democracia (John Pilger) - apesar de exploradas com frequência por uma miríade de bandas, se impunham com força e impacto, tecendo olhares sobre a política imperialista e armamentista do Tio Sam.

    A consequência da boa receptividade foram os primeiros shows, que não demoraram a ocorrer, principalmente em clubes locais ou da região, com destaque para evento que contou com os cearenses da Blafemador como headliners. Aproveitando o bom momento e a expressiva repercussão do trabalho de estreia, o quinteto rapidamente retorna ao estúdio para dar início à gravação do segundo registro. A pré-produção, iniciada em Julho daquele ano de 2011, já dava sinais de maior amadurecimento no quesito composição, com os temas agregando maior profundidade. O resultado da combustão sonora veio em Dezembro com o lançamento de Unidos Pelo Ódio, com a Internet sendo mais uma vez utilizada como principal canal de divulgação.

    Se por um lado 2012 iniciava-se como um prenúncio do final dos tempos para muitos, para a Ironbound o ano começou com boas expectativas quanto ao agendamento de shows. Promovendo os dois mini-álbuns, a banda firmou alianças e dividiu palcos com Sbórnia Social (Hardcore, Salvador/BA), Devouring (Death Metal, Simões Filho/BA), Lei do Cão (Hardcore/Punk/Thrash, Mossoró/RN), Escarnium (Death Metal, Salvador/BA), Andralls, Brain In Flames (Thrash Metal, Simões Filho/BA), Blackoutt X (Heavy Metal, Santa Inês/BA), além das conterrâneas Impios e Epidemic Terror (ambas Death Metal). A satisfatória sequência de apresentações precisou seguir paralelamente ao início dos trabalhos de pré-produção do terceiro registro, então planejada para Março. Pela terceira vez a banda trabalharia ao lado do músico e produtor local Lucas Costa, também proprietário do Estúdio Jimbo, onde os registros anteriores haviam sido gravados.

    Lançado na web a 15 de Fevereiro, o novo single – e faixa-título do EP – Mercadores da Dizimação, mostra a Ironbound a partir de uma perspectiva mais agressiva, ao passo em que evidencia uma amplitude maior quanto ao uso de elementos do clássico Thrash Metal. A produção, mais encorpada e menos clean, também se aplica às demais faixas – Ferramenta da Destruição, Mordaça Mercantil (baseada no filme “Da Servidão Moderna”, de Jean-François Brient), One More Beer e Desastre Letal (baseada no documentário “A Guerra Que Você Não Vê”, de John Pilger), todas repletas de riffs com palhetadas abafadas e vigorosos refrãos cantados em coro. Até mesmo o projeto gráfico do disco, desta vez apresentando na capa uma ilustração feita à mão ao invés de uma imagem manipulada digitalmente, adere à proposta do quinteto de promover um resgate ao saudoso espírito oitentista.

    Após um hiato de um ano e meio, a banda retorna agora em 2018, com o Lançamento de seu novo Single, a faixa Possuídos pelo Thrash e planeja retornar aos palcos.

    Integrantes:
    ANGELLO: Voz
    KENION: Guitarra
    ANDRÉ: Baixo
    RAUL: Bateria

    Telefone: 75 9 92642409
    E-mail: [email protected]

    Origem: Alagoinhas - ba (Brasil)

    Residência: Alagoinhas - ba (Brasil)

    Estilo
    THRASH/CROSSOVER

    Redes Sociais

  • Mensagens!

      Seja o primeiro a deixar uma mensagem
    Carregando
  • THRASH LIST

  • dscf2143ef6.jpg we-512b9c7229f23.jpg
  • oportunidades

    nervecell-5ad742d9327d6.JPG

    BOQUEIRÃO ROCK METAL FESTIVAL 2018

    • Data do evento: 10/11/2018 - 11/11/2018
    • Inscrições até: 18/08/2018
    • Local: Cícero Dantas - BA, Brasil