Héloa
  • Informações

    Héloa

    Héloa

    Uma voz que canta ventos e avenidas, amizades e mudanças, sorrisos e silêncios, amores e lembranças... uma voz assim não se encontra todo dia. Héloa é a dona desta voz e o seu 'Eu' – estreia em disco dois anos após o EP ‘Solta’ - é uma espécie de autorretrato de uma artista em movimento.

    A história e os sons de ‘Eu’ começam em Aracaju, Sergipe, terra natal da cantora. É lá que seus caminhos se abrem, é lá que começa a dançar, fazer teatro e artes visuais. E a compor. Amarrando tudo com uma voz de céu, sol e mar. Uma voz quente.

    E então, vem a mudança. No segundo semestre do ano passado, Héloa decidiu ir para São Paulo para gravar e encontrar ‘Eu’. Tal movimento é ilustrado no disco pela regravação de “Caravana” [Geraldo Azevedo e Alceu Valença]. Ela sabe que é inevitável se arriscar, se jogar no mundo, e soa muito pessoal e verdadeira quando canta, com um fraseado todo especial: “Corra, não pare, não pense demais / Repare essas velas no cais / Que a vida é cigana”.

    Antes de partir em “Caravana”, na vida e no disco, Héloa pede “proteção para minha estrada, que não me aconteça nada que atrapalhe esta jornada de viver” [“Proteção”, de Ruan Levy, é a a faixa que abre ‘Eu’]. Daí faz silêncio pra enxergar e se expressar melhor [na ótima “Calei”, de Allen Alencar, talvez a mais pop do disco] e se espreguiça apaixonadamente ao acordar lado a lado com o amor [“Amanheceu, seu sorriso”, de Allen Alencar].

    Acompanhada pelos músicos e produtores Daniel Groove e João Vasconcelos, Héloa vai encontrando novos ‘eus’ em São Paulo, todos muito apaixonados e apaixonantes. Na linda “A avenida” [Héloa e Eduardo Escariz], a cantora lamenta perdas, procura respostas e guarda certezas no coração, e, em meio ao frenesi de uma cidade grande e nova, Héloa vai buscando tranquilidades na vida.

    De música em música, e sem nunca se prender a rótulos, a cantora se coloca naturalmente como mais uma força a expandir e misturar os limites da música popular brasileira. Afinal, tem um tanto de afoxé em “A paz que desejei” [Eduardo Escariz], balada em “Super herói” [Daniel Groove], brega romântico em “Se você disser que vem” [Daniel Groove], bossa em “Crua” [Otto] e bluegrass em “Meus amigos” [Saulo Duarte e Daniel Groove]. Mas todas as canções de ‘Eu’ vão muito além de um gênero, muito além da velha e gasta mpb.

    É que Héloa canta ventos e avenidas. Uma voz assim não se encontra todo dia.

    Dafne Sampaio

    Integrantes:
    Héloa - vocal
    João Leão: Teclados
    João Vaconcelos: Baixo
    Victor Blohm: Bateria
    Allen Alencar: Guitarra
    Eduardo Escariz: Guitarra

    Downloads: Mapa do Palco Rider

    Telefone: +55 79 98018066
    E-mail: [email protected]

    Origem: Aracaju - se (Brasil)

    Residência: São Paulo - sp (Brasil)

    Estilo
    MCB - Música Contemporânea Brasileira

    Redes Sociais

  • E ai!? Curtiu? Deixe seu recado...

      Seja o primeiro a deixar uma mensagem
    Carregando
  • Músicas

  • Fotos

    img_2834k-5823bdb05ae7c.jpg img_9592-5823ba8cd30b4.jpg img_3092jg-5823bc118cddd.jpg img_7972-5823ba1c31b70.jpg img_3079jh-5823bc3dd8b6d.jpg
  • Vídeo