fullgasrock

fullgasrock

  • Informações da Banda

    fullgasrock

    fullgasrock

    A história tem seu prelúdio em 2006, quando os membros do Fullgas se entregaram à música em distintas direções. Surge aqui mais uma banda na cena de Rock Independente francano. Amigos distantes e próximos, depois de muito tempo, resolvem juntar seus equipamentos, propostas e ideais em busca de uma identidade e postura sonora capaz de enaltecer suas próprias perspectivas e as de quem mais tarde se chocassem com ela. Muitas bandas, amigos, sonhos e desejos foram postergados e novos caminhos surgiram. Com o final de vários projetos, o baterista Cléber Rocholi, e o guitarrista e vocal Hermano Marinho decidem fundar a banda. Logo, Gabriel Borasque se juntou aos caras com sua guitarra, e composições diversas foram sendo feitas dentro da linhagem punk/hardcore. Em seguida, entrou pra cozinha, no contra-baixo, Guga, amigo antigo e parceiro em outras viagens.

    Durante um ano a banda teve um ritmo acelerado na criação de composições e se apresentou algumas vezes na própria cidade. No início de 2007, entra para o vocal, Marcílio Lopes, e com isso a banda passa a atuar como quinteto. No entanto, a preocupação com arranjos um pouco mais elaborados, atrelados à sonoridade rápida e pesada do hardcore, passaram a ser características da banda, que nunca se prendeu a rótulos de gêneros ou sub-gêneros, se auto- classificando como uma banda de Rock com influências das mais díspares, mas sem negar a forte presença dos vários viés do hardcore em suas músicas.

    Durante o ano, apresentações sempre muito intensas ocorreram paralelamente à gravação do primeiro CD Demo, que contém oito faixas, de uma pertinente versatilidade de estilos. Esse trabalho foi gravado e lançado em Setembro de 2007, de forma totalmente independente no estúdio da Vaca Preta Records. No ano de 2008, muitas prioridades, ideais e momentos não caminhavam mais juntos, ocorrendo mais uma mudança na formação da banda, só que dessa vez de proporção maior. Os dois guitarristas e o baixista deixaram de fazer parte do Fullgas. Contudo, restaram Cleber Rocholi e Marcílio Lopes nesta caminhada.

    Durante alguns meses, testes foram feitos e a banda voltou a atuar como quarteto dessa forma: Cleber Rocholi(Bateria), Marcílio Lopes(Voz e Guitarra), Ricardo Silva(Guitarra e Voz) e Marcio Camargo(Baixo e Voz) . Um novo trabalho ligado ao hardcore progressivo foi buscado e alguns shows realizados, porém, mais uma vez a banda via sua espinha dorsal comprometida e enfraquecida, chegando assim ao seu final em 2008.

    Três anos se esvaíram e desejos e conversas esporádicas sempre eram retomadas, com o sonho de um dia, o Fullgas voltar a atuar naquela áurea de momentos jovens e intensos.

    2012 chegou, e junto com ele profecias sobre o fim do mundo, esperança de uma vida nova, guerras e crenças permeando boa parte do universo e o desejo dos sobreviventes do Fullgas dos sábados à tarde e de madrugadas passadas em branco, de retomar aquele velho caminho sob uma nova perspectiva, quem sabe mais madura, mais velha, mais consciente, mais coerente ou até mesmo mais inocente da ótica da pureza. Cleber Rocholi e Marcílio Lopes acreditaram que era possível o impossível e assim, junto com eles, Rato (guitarra) e Xidê (baixo) passaram a compartilhar o velho sabor de tornar o Fullgas vivo mais um dia.

    Os anos de 2012 e 2013 foram de intensa produção para o grupo. A ânsia de mostrar ao que o Fullgas voltou era demasiadamente grande, assim como a dúvida da escolha de qual caminho seguir, nesta infinidade de possibilidades do mundo contemporâneo. Muitas composições foram feitas, dentro da formação de quarteto, alguns shows ocorreram e a busca insaciável pela nova sonoridade e pela sua completude sempre voltava à tona. Com isso, outro guitarrista foi incorporado à banda, amigo das antigas e já um ex quebra galho do Fullgas. Ricardo Silva volta para fazer par à guitarra tão bem executada por Rato e contribuir com sua vasta criatividade para a gravação do Ep - Ocidente que sairia em breve.

    2014 chegou, e com o Ep - Ocidente, praticamente finalizado, o baixista Xidê deixa de fazer parte da rotina do Fullgas. Com essa baixa, entra para a baixaria, Koala, parceiro de longa data de integrantes do Fullgas.

    Com um belo time montado, o Fullgas lança mais uma vez, de forma totalmente independente seu segundo trabalho. Quatro músicas compõem o Ep - Ocidente. A versatilidade e abertura estão presentes de forma muito clara neste trabalho. À espera de novas realidades e sentidos para a vida do grupo, o Fullgas volta a existir à espera do que realmente existe no mundo da música sincera.
    Assim, sob os fios da música sincera, pesada e aberta a novas possibilidades, o Fullgas busca seu lugar ao sol subsidiado pela trajetória de novas canções há tempos acordadas no inconsciente coletivo.

    Integrantes:
    Cleber Rocholi - Bateria
    Koala - Baixo
    Marcílio Lopes - Voz
    Rato - Guitarra
    Ricardo Silva - Guitarra

    Downloads: Mapa do Palco

    Telefone: (16)9 81177233 / (16) 991759871
    E-mail: [email protected]

    Origem: Franca - sp (Brasil)

    Residência: Franca - sp (Brasil)

    Estilo
    Rock/Hardcore/Experimental

    Redes Sociais

  • Fotos

    02-5395195248b0b.jpg dsc03384-50f59036ef509.JPG dscf7263-50f59698769c2.JPG dsc00007-50f59905ed358.JPG dsc03385-50f5911162416.JPG dscf7178-50f5962b75213.JPG dscf7146-50f5959284d7e.JPG
  • Músicas

  • Vídeo