Jato Invisível
  • Fotos

    capa-5be39e5fe4a2b.jpg jato-5be39f955f1e9.jpg ji-voo1-5bf2d2c8038a9.jpg img-20181119-wa0012-5bf2eb0d33716.jpg dscn1139-1-5bf312ad31779.jpg
  • Veiculando Neuroses

    O segundo EP da JI, também lançado através da Trinca de Selos, reúne 4 faixas autorais e 1 cover (a música "Esperar Sentado", que tem letra de Sioux + melodia e arranjos com colaboração ativa da banda punk/HC Pastel de Miolos, sendo que a PDM originalmente gravou a faixa no CD "Da escravidão ao salário mínimo"). A parceria com o poeta Sandro Ornellas se repete, dessa vez, também recitando o poema "Alguma Coisa", de autoria própria, em "Esperar sentado". O cantor, produtor e agitador cultural Irmão Carlos também contribuiu participando nos teclados em "É o que eu quero pra mim". A banda tinha na formação Alex Costa (baixo/voz), Duda Machado (guitarras), João Neto (bateria) e Sioux (voz).
  • #Voo 1

    Apoiada pela Trinca de Selos formada por Big Bross Records, Brechó Discos e São Rock Discos, a banda lançou o EP de estreia em 2012. Foram 5 faixas gravadas "com a cara e a coragem" e que incluíram duas canções com poemas musicados pelos integrantes: "Pós-Escrito", do poeta Sandro Ornellas e "Desconfio", do cantor, compositor e produtor Tony Lopes (o "Reverendo T"), que também participa dos vocais nessa mesma música. Naquele momento, a formação contava com Alex Costa (guitarra/voz), Duda Machado (guitarra), Ed Almeida (bateria) e Sioux (baixo/voz).
  • #Aquitemrockbaiano

    rock-baiano-5bf2c5d9cf22c.jpg anuario-5bf2ca05294dd.jpg
  • Nós somos a Jato Invisível!

    Fundada por ex-integrantes de bandas de punk rock e hardcore da cena de Salvador/Lauro de Freitas, a Jato Invisível permanece em plena atividade desde 2011. Com a performance elétrica de Sioux Costa (Bosta Rala / SDM) no vocal, baixo e voz de Alex Costa (Pastel de Miolos / Norfist), guitarras de Alex Anjos e Duda Machado (Intrusos), além de Greick Santos na bateria (Norfist / Canelada HC), a JI leva por onde passa questionamentos relacionados a conflitos existenciais e ao cotidiano, valendo-se da liberdade de expressão que a música, a poesia e o protesto são capazes de proporcionar.

    Para trocar ideias ou nos chamar para dançar, é só dar um alô no site ou redes sociais!

    https://www.jatoinvisivel.com/
    https://www.facebook.com/jato.invisivel
    https://www.instagram.com/jato_invisivel/
  • Músicas

  • Vídeos