Augustine Azul
  • Informações da Banda

    Augustine Azul

    Augustine Azul

    A Augustine Azul é uma banda que está inserida no cenário instrumental brasileiro desde dezembro de 2014, fundamentando-se no rock progressivo e flertando com diversas outras influências, que passam desde o blues, stoner, jazz, funk, etc. Power trio com sonoridade densa, muito fuzz presente, aliando peso e precisão, unindo a agressividade do rock com psicodelia, o grupo vem direto da ensolarada João Pessoa, Paraíba, Nordeste brasileiro.
    Com um EP lançado em Julho de 2015, a banda circulou pelo nordeste e sudeste na turnê de divulgação. O EP atingiu não só o público nacional, mas também penetrou no cenário internacional, amplamente bem recebido e considerado, pelo blog especializado, More Fuzz (França), como melhor lançamento do ano de 2015. Além da França, o EP ecoou em Portugal, Alemanha, Polônia, Estados Unidos e México. O primeiro álbum foi gravado no primeiro semestre de 2016 e lançado em Agosto pelo selo More Fuzz Records a partir de uma parceria formada pelo sucesso do EP. O álbum conta com distribuição virtual, CDs e brevemente vinil.


    RESENHAS
    "I haven’t talked about the genre of this band yet. It’s quite difficult to categorize them, they’re on the heavier spectrum of music for sure, but I’d say the definitely have a jazzy-proggy feeling and that’s what make them so addictive.
    In addition to that, the flow of the songs are just perfect, not a riff is here to fill a void. Nope, you’re just embarked in a constant flow of fuzzy-awesomeness!"
    Por Tanguy SeFi Dupré para o blog More Fuzz

    “There’s no doubt that the guitar is the driving force behind this rock and roll approach that bursts with licks, solos and riffs. Still this EP is far from one of those boring show off solo-guitarist albums. The heavy grooves remain at the heart of the tunes that build a nice bridge between the primitive and the sophisticated elements of the rock genre.”
    Por Jonas K para o blog Mos Eisley Music

    “Embora tenhamos usado o termo stoner rock para definir o som da Augustine Azul, e realmente ele ajuda a defini-lo, precisamos ressaltar o uso de estruturas rítmicas e sonoras próprias do rock nordestino para compor a estética sonora da banda. O power trio usou bem a matéria prima existente na sonoridade de seus conterrâneos para dar forma a algo novo, de modo a percebermos suavemente sua presença, como o sabor daquele ingrediente difícil de identificar no tempero de um prato, mas que deixa marcada sua presença. Essa capacidade da banda em ressignificar sua sonoridade, fazendo um stoner rock de textura agressiva como as plantas da caatinga, rompendo, assim, com a matriz original californiana, dá ao álbum, e consequentemente à própria Augustine Azul, a originalidade que lhe é particular.”
    Por Carlim Inácio para o blog Oganpazan

    “O baixo do Jonathan Beltrão também cumpre uma difícil tarefa nesse front. São as 4 cordas do rapaz que selam a cama rítmica com o Edgard, mas além disso, é a criatividade presente em seus riffs e a dinâmica que seu groove possui com as guitarras de João Yor, que nutrem o som com um química instrumental quase telepática. A interação entre os três é muito peculiar. Cada um parece rumar pra um canto da jam, mas no fim as faixas carregam uma fluência e uma unidade que definitivamente facilitam na audição de todos os instrumentos envolvidos.”
    Por Guilherme Espir para o blog Macrocefalia Musical

    “E salta aos ouvidos de quem ouve as faixas como a cama sonora é construída com perfeição absoluta, com espaços para improvisos e solos tanto da guitarra como do baixo, com uma fluidez sonora impressionante e que não cansa jamais quem escuta. Pelo contrário: a cada nova audição o prazer de ouvir a guitarra tecendo melodias, riffs e solos envolventes e a seção rítmica dando um show à parte, só aumenta. É como se o três músicos do Augustine estivessem em uma jam interminável, complexa mas que possui foco e conexão definida entre os instrumentos [...].”
    Por Humberto Finatti para o blog Zap’N’Roll

    Integrantes:
    João Yor, Jonathan Beltrão, Edgard Júnior

    Downloads: Mapa do Palco Rider

    Telefone: (83) 996-980-098 / (83) 996-325-857
    E-mail: [email protected]

    Origem: João Pessoa - pb (Brasil)

    Residência: João Pessoa - pb (Brasil)

    Estilo
    Instrumental Progressivo

    Redes Sociais

  • DISCOGRAFIA

  • Vídeos