associacaolivreinvisivel
  • Músicas

  • Vídeos

  • o associação

    Projeto musical criado em 2009, o Associação Livre Invisível desenvolve composições autorais sob influência de diferentes gêneros, como o rock e o soul, e ainda ritmos encontrados na cultura popular brasileira.

    Daniel Ribeiro - Guitarra
    Tatá Brasilina - Bateria
    Didi Monteiro - Voz
    Jairo Belinello - Contrabaixo
    Nain Carvalho - Saxofone
    Rafael Cardoso - Saxofone
  • Na pista

    10991356_779280842157063_5866050295158636521_n-558c697b943b5.jpg birao-ramin-19-5437d6b59cbdb.jpg birao-ramin-4-5437d7206c572.jpg
  • info

    Downloads: Mapa do Palco Rider

    Telefone: 11 98279 2363
    E-mail: [email protected]

    Origem: São Paulo - sp (Brasil)

    Residência: São Paulo - sp (Brasil)

    Redes Sociais

  • TRAJETÓRIA

    Em 2010, o Associação prepara seu primeiro repertório para o pocket show apresentado no lançamento da revista Ounão. A partir dali, o trabalho do grupo evolui no sentido de ampliação das perspectivas expressivas de sua música, incrementando a sempre surpreendente interação entre palco e plateia.

    O passo seguinte foi a participação no Invernada 2011, evento integrado ao III Festival de Inverno do Parque Náutico de Jaguara, em Sacramento/MG. No mesmo ano, o grupo se apresenta no Festival de Inverno de Paranapiacaba/SP, no último dia do evento, que teve como destaque a performance do compositor pernambucano Lenine.
    Seguindo sua jornada autoral, portanto singular, o A.L.I; como o grupo também é chamado, sobe ao palco da Casa da Música de Diadema/SP. Ainda nessa cidade, participa da Mostra de Artes e é agraciado com o 1º lugar, com a música Carne Velha. Nessa oportunidade, também o prêmio de melhor intérprete fica para o vocalista do grupo.
    Ainda em 2011, o grupo apresenta-se no Festival de Artes Integradas Musgo, em Uberlândia/MG e no Festival Invernada em Sacramento-MG com a participação do jornalista e escritor Alex Antunes. No final do mesmo ano em São Paulo grupo apresenta o show “A cor dos olhos” na Biblioteca Alceu Amoroso Lima, com a participação do flautista Yuri Garfunkel.
    Em 2012, o grupo inicia o ano com as gravações do EP de estreia, nesse meio tempo é convidado a participar do Projeto Canja Mix, em Santo André/SP (2012) e do Festival Grito Rock, Franca/SP, na primeira noite do evento. A participação a banda no projeto Canja Mix rendeu a ida do grupo para o Festival de Inverno de Paranapiacaba-SP do mesmo.
    Em 2013 o grupo participa do festival Grito Rock 2013, com shows nas cidades paulistas de São José do Rio Pardo e São Caetano do Sul. Em São Paulo, capital, o A.L.I integra a programação dos projetos Toda Quarta Groove, no Espaço Tapuia (Centro), e Macumbraí (Ipiranga). Em meados de agosto o grupo grava o EP “Carnaval de Vexames”, projeto que o grupo vem trabalhando desde então.
    Já em 2014 a banda cai para as caras da noite paulistana, mais precisamente da Região do Ipiranga, Centro, baixo Augusta e Vila Madalena, na rota dos festivais participa do Festival Grito Rock Mundo 2014 nas cidades de Adamantina-SP e São Bernardo do Campo-SP, e do festival Encanta Vale 2014 em Sacramento-MG.
    Mais recentemente o grupo uni-se ao Jornalista e escritor Alex Antunes (revista Rolling Stones), bem como o músico da banda mineira Porcas Borboletas e autor do livro “O herói Hesitante” Danislau Também, além do produtor audiovisual Edu Luz na montagem do Espetáculo “Orquestra Entrando pelos fundos” apresentada no Teatro Parlapatões.